Falas de que Família(s)?

Ref: 978-85-473-1057-8

Análise dos Discursos da Constituinte de 1987/88 sobre Direitos e Relações Familiares


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 62,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1057-8


Edição:


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 06/03/2018


Número de páginas: 353


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Enézio de Deus Silva Júnior.

Este novo livro do Prof. Enézio de Deus apresenta a forma como a família, com seus diversos aspectos e implicações, foi discutida na mais longa constituinte da nossa história, a de 1987/88.

Os resultados, que trazem ricos detalhes acerca dos discursos dos/as constituintes sobre direitos e relações familiares, são bastante reveladores da visão conservadora da maioria dos parlamentares que redigiram a Constituição Federal em vigor, conhecida como Constituição Cidadã.

Por se tratar de uma pesquisa bastante densa e sumamente importante para a compreensão das questões que envolvem o Direito das Famílias no País, o livro oferece valiosíssimos elementos para as reflexões e lutas em prol do reconhecimento e da proteção dos diversos arranjos familiares, como as famílias homoafetivas, cuja existência não era visibilizada nem respeitada pelas autoridades brasileiras.

O autor se estriba numa vastidão de dados e variada literatura, trazendo uma abordagem crítico-interdisciplinar tão necessária à temática. Aliando Análise do Discurso francesa (AD) com perspectiva de gênero, Enézio nos brinda com mais um trabalho inovador, recheado de revelações sobre os debates e embates ocorridos no seio da Constituinte de 1987/88, tangenciando a família (aborto, união estável, filiação, desigualdade conjugal, maternidade/paternidade, dentre outros) pelos atravessamentos das ideologias patriarcal, religiosa, heteronormativa, casamentária e consanguínea.

Esta obra, sem dúvida, abre caminho para novas investigações e ações político-jurídicas em favor da diversidade dos direitos e das relações familiares no Brasil, convidando-nos a (re)pensar e a lutar por um país onde todas e todos possam viver e amar.

 

Prof.ª Dr.ª Salete Maria da Silva

Doutora em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismos

Mestra em Direito

Advogada feminista

Professora da Universidade Federal da Bahia (UFBA)