Pés Trocados: A Violência Simbólica em Bailarinos e Jogadoras de Futebol

Ref: 978-85-473-0789-9

Pés trocados: a violência simbólica em bailarinos e jogadoras de futebol vem desvelar a dominação masculina a partir da violência simbólica que se instaura na trajetória de vida de meninos que praticam balé e de meninas que jogam futebol, e mostrar o enfretamento diário que os cerca socialmente, tanto nos campos específicos dessas práticas quanto no âmbito escolar, salientando as aulas de Educação Física. 


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 30,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0789-9


ISBN Digital: 978-85-473-0789-9


Edição: 1


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 137


Peso: 200 gramas


Largura: 17 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Fábio Tadeu Reina.

Pés trocados: a violência simbólica em bailarinos e jogadoras de futebol vem desvelar a dominação masculina a partir da violência simbólica que se instaura na trajetória de vida de meninos que praticam balé e de meninas que jogam futebol, e mostrar o enfretamento diário que os cerca socialmente, tanto nos campos específicos dessas práticas quanto no âmbito escolar, salientando as aulas de Educação Física. Para tanto, foi utilizada a teoria Bourdieusiana, cuja perspectiva aponta que a ordem masculina na realidade da sociedade brasileira está inserida nos corpos, tornando vítimas tanto os meninos como as meninas que contrariam a lógica social e, diante disso, mostra-se como a escola (agência hegemonicamente reestruturadora de habitus), por meio de juízos de valores e sanções e tendo a disciplina de Educação Física como possibilidade pedagógica para o desenvolvimento dessas práticas corporais, perpetua, constrói ou desmistifica as identidades de gênero e desconstrói a violência simbólica verificada e fundamentada em suas trajetórias de vida.