Reforma Educacional e o Ensino de Geometria nos Grupos Escolares

Ref: 978-85-473-0426-3

O que se aprendia sobre geometria? Seu conteúdo era conceitual, teórico ou tinha aplicações práticas? A quem era inicialmente direcionado? A disciplina visava aplicações profissionais ou serviria apenas para permitir acesso ao ensino secundário e superior às classes dominantes?


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0426-3


Edição: 1


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 137


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Manoel Francisco Barreiros.

O ensino primário no Brasil, do Império à Primeira República, as reformas educacionais relevantes dos governos vigentes e as expectativas da população são os assuntos tratados neste livro. O autor aborda, de forma clara e precisa, a criação dos grupos escolares e das Escolas Modelo, a preparação dos professores, a legislação e a importância dada pelos republicanos paulistas a uma educação organizada que serviria de exemplo para todo o país, explicitando os materiais utilizados na formação dos professores e aplicados aos alunos, os programas e os conteúdos de matemática, especificamente de geometria, e compara os resultados medidos a partir de alguns dos exames finais, aplicados sob as vistas dos inspetores escolares.

O que se aprendia sobre geometria? Seu conteúdo era conceitual, teórico ou tinha aplicações práticas? A quem era inicialmente direcionado? A disciplina visava aplicações profissionais ou serviria apenas para permitir acesso ao ensino secundário e superior às classes dominantes?

Essas e outras questões serão aprofundadas e respondidas neste livro, que, com farto material histórico, enriquecerá o conhecimento de seus leitores.