A Política da Escola: Justiças e Qualidades no Sistema de Ensino

Ref: 978-85-473-0703-5

Como se produz qualidade no cotidiano das escolas? O livro A política da escola: justiças e qualidades no sistema de ensino é inovador e provocante ao apresentar a política da vida cotidiana em uma escola que, mesmo situada em um bairro desfavorecido e violento na periferia de uma metrópole, é considerada uma referência de qualidade e de gestão democrática da educação pública. Construída a partir de intenso trabalho de campo, esta pesquisa etnográfica descreve como a escola precisa enfrentar desafios diários para produzir qualidade naquele contexto.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 57,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0703-5


Edição: 1


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 254


Peso: 200 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Guilherme de Alcantara.

Como se produz qualidade no cotidiano das escolas? O livro A política da escola: justiças e qualidades no sistema de ensino é inovador e provocante ao apresentar a política da vida cotidiana em uma escola que, mesmo situada em um bairro desfavorecido e violento na periferia de uma metrópole, é considerada uma referência de qualidade e de gestão democrática da educação pública. Construída a partir de intenso trabalho de campo, esta pesquisa etnográfica descreve como a escola precisa enfrentar desafios diários para produzir qualidade naquele contexto. Professores, diretores, estudantes e responsáveis estão constantemente mobilizados para enfrentar as limitações e adversidades colocadas pela condição social, política e territorial em que sua escola se insere. Naquele contexto, mobilizar-se contra a precariedade e as injustiças é condição indispensável para a produção da qualidade da educação.

O livro empreende um rigoroso e renovador trabalho de fundamentação teórico-metodológica. Os dados levantados pela intensa observação participante são complementados por meio do diálogo com referências nacionais e internacionais sobre temas das áreas de Educação, Antropologia, Sociologia, Gestão Escolar e Política Educacional. O rigor e a densidade da pesquisa se aliam a um texto de leitura agradável e instigante para diferentes públicos. Em um momento de acirrada discussão sobre como a escola pública brasileira deveria ser e de ascensão de discursos de despolitização da vida escolar, este livro se propõe a trazer maior complexidade ao debate.