A Relação Patrimonial na Restauração de Bens Culturais

Ref: 978-85-473-0432-4

O Mercado de Porto Alegre e os Caminhos Invisíveis do Negro


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0432-4


Edição: 1


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 211


Peso: 200 gramas


Largura: 14.5 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Pedro Rubens Nei F. Vargas.

Entre 1992 a 1997 foi realizada a restauração do Mercado Público de Porto Alegre, obra esta até hoje considerada modelar, uma espécie de marco a ser seguido nos trabalhos de restauro empreendidos a partir de então, em especial por ter gerado um processo de aprendizagem entre técnicos e comunidade envolvida. Este livro, a partir de um estudo de caso, analisa as repercussões daquele empreendimento nas representações de patrimônio para o grupo de técnicos (arquitetos, engenheiros, historiadores, sociólogos e economistas), mercadeiros, babalaorixás, yalorixás e militantes do movimento negro, todos estes diretamente envolvidos naquele projeto de restauração. O texto inova ao utilizar como ferramenta de pesquisa o conceito de relação patrimonial, oriundo da área de museus para aplicação no campo do planejamento urbano. O estudo conclui que intervenções em bens culturais complexos podem gerar novas demandas e expectativas nos grupos sociais que mantém uma relação especial com estes bens, repercutindo nas representações de patrimônio que os mesmos identificam no território da cidade.