Educação Especial e Inclusão: Saberes, Práticas e Desafios

Ref: 978-85-473-0900-8

O livro Educação Especial e Inclusão: saberes, práticas e desafios expressa diversas experiências e realidades educacionais existentes no estado do Pará, trazendo para a discussão as manifestações teóricas e práticas de educadores e valorizando os saberes desenvolvidos em diversas realidades: Bragança, Belém, São Miguel do Guamá etc. Esta literatura não busca ser um manual ou receituário de como trabalhar na efetivação da Educação Especial e da Inclusão, mas almeja fomentar essa discussão partilhando metodologias e indo ao encontro de respostas, caminhos e, quem sabe, soluções.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0900-8


Edição:


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 143


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 21 cm


1. João Carlos De Araújo Júnior.

2. Terezinha Sirley Ribeiro Sousa.

3. Lauriane Rosa Cardoso.

4. João Bosco Ferreira.

O livro Educação Especial e Inclusão: saberes, práticas e desafios expressa diversas experiências e realidades educacionais existentes no estado do Pará, trazendo para a discussão as manifestações teóricas e práticas de educadores e valorizando os saberes desenvolvidos em diversas realidades: Bragança, Belém, São Miguel do Guamá etc. Esta literatura não busca ser um manual ou receituário de como trabalhar na efetivação da Educação Especial e da Inclusão, mas almeja fomentar essa discussão partilhando metodologias e indo ao encontro de respostas, caminhos e, quem sabe, soluções.

Colocar em evidência as experiências educacionais desenvolvidas no Pará, neste livro, foi a forma de colaborar para um maior conhecimento em relação à temática aqui trabalhada. Muitas vezes corremos o risco de nos limitar apenas a conceitos e esquecer-nos da prática, de olhar o sujeito atendido pela Educação Especial como um pobrezinho que necessita de ajuda e de uma educação assistencialista, compensatória e não humanizadora. Por isso, em cada capítulo, podem ser percebidos a preocupação e o compromisso na busca de uma educação de qualidade, inclusiva e humanizadora para o público da Educação Especial.