Educação Especial e Teoria Histórico-Cultural: Contribuições para o Desenvolvimento Humano

Ref: 978-85-473-0835-3

Há teorizações consistentes que explicam que a deficiência em si não é necessariamente um obstáculo à aprendizagem e ao desenvolvimento. Os impedimentos são antes decorrentes das relações sociais que do fator físico/biológico em si.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0835-3


Edição:


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 217


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 23 cm


1. Nilza Sanches Tessaro Leonardo.

2. Sonia Mari Shima Barroco.

3. Solange Pereira Marques Rossato.

Há teorizações consistentes que explicam que a deficiência em si não é necessariamente um obstáculo à aprendizagem e ao desenvolvimento. Os impedimentos são antes decorrentes das relações sociais que do fator físico/biológico em si. Mesmo que esse fator apresente certos limites, são as relações entre os seres humanos de dada época, cultura e classe social que favorecerão ou dificultarão àqueles que se encontrem sob a condição da deficiência de se apropriarem daquilo que já foi criado e conquistado pela humanidade. Também se destaca que antes de se educar uma criança cega ou com alguma outra deficiência, é preciso enxergar e educar a criança, como sugere L. S. Vigotski. Considerando essa perspectiva, nota-se quanto há ainda por se fazer nos âmbitos da formação e da atuação de psicólogos, pedagogos, professores etc. Assim, por seu conteúdo, considera-se que este livro possa contribuir para os estudos dos envolvidos e interessados na Educação Especial sob a perspectiva da Teoria Histórico-Cultural.