02/03/2021

O sucesso dos filhos está diretamente relacionado à forma como eles veem você

Tags: BLOG

02/03/2021 - Anna Luisa Araújo

Geralmente a pessoa ou pessoas com as quais crianças tiveram maior convívio durante a primeira infância, ou seja, de 0 a 6 anos, servirão como referência, molde e estrutura para sua vida adiante como adulto. Portanto, pais felizes, criança com sucesso.

Quando digo pais felizes, não entenda que os pais vivam juntos, ou que sejam casados, mas que sejam autossuficientes emocionalmente. E quando digo autossuficientes emocionalmente são aqueles capazes de gerir conflitos e emoções sem que a criança esteja envolvida entre eles.

Pais e/ou responsáveis instáveis despertam insegurança na criança. A criança inocente e frágil, que espera no adulto a segurança e proteção e não os encontra, logo se sente só e confusa. – O que posso resolver, se esses problemas nem são meus? – De que forma posso ajudar se nem consigo me alimentar ou me vestir sozinho? Parece um pouco injusto, certo?

Ambientes instáveis despertam na criança sentimentos tais como irritabilidade ou apatia. Diante de tais reações ao ambiente em que são expostos, logo surgem os diagnósticos, hiperatividade ou deficit cognitivo.

Crianças são como uma tela em branco e tudo que observam e absorvem são “pintados” em sua memória, e elas tendem a repetir fielmente os modelos e cenários observados.

Ao ouvir um trovão, a mãe grita, a criança sente medo e chora. Antes do grito muito provavelmente o trovão era só um barulho, algo natural, um simples fenômeno da natureza e talvez até fosse visto com aquela certa curiosidade infantil. Lembremos que crianças gostam de descobrir as coisas. Porém, após o grito e diante desse cenário, transformou-se em algo temível e talvez problemático.

Nós, como educadores, devemos estar sempre atentos e identificar se os medos e traumas de nossos filhos são realmente deles, ou estão relacionados aos nossos medos e traumas. Desse modo, precisamos olhar com mais carinho e atenção primeiramente para nossas inseguranças e tratá-las em nós, para que assim nossos filhos possam desfrutar de uma vida muito mais leve, segura e tenham um futuro de sucesso. 

Acesse a obra da autora pelo link


 

Anna Luisa Araújo é terapeuta comportamental, assistente social, bióloga, especialista em Saúde da Família e autora do livro O outro lado, publicado pela Editora Appris. Estudou diversos campos, dentre eles a Programação Neurolinguística, Parapsicologia, Teoria Cognitiva Quântica, Psicanálise, Constelações Familiares, Budismo, Espiritismo, Yoga e Ho’oponopono.