15/04/2021

Reflexões de uma Educadora II

Tags: BLOG

15/04/2021 - Wilse Arena da Costa

Educadores, como qualquer profissional, durante toda sua vida produtiva vão acumulando experiências que se traduzem em conhecimentos, discursos e práticas que, por sua vez, podem e devem ser compartilhados com outros colegas, iniciantes ou não, e mesmo com a comunidade. Isso porque a experiência de cada um, embora não possa ser transferida diretamente a outro, pode servir de parâmetro para reflexões sobre a prática pedagógica e redimensioná-la, se necessário.

Nesta oportunidade, apresentamos alguns temas que podem ser explorados a partir das reflexões de uma educadora com 30 anos de experiência sobre aspectos teóricos e práticos da docência, bem como sobre o entorno sociocultural e o cotidiano. Esperamos que despertem a atenção e o interesse de educadores e interessados nessa temática e que sirvam de ponto de partida para outras reflexões e práticas educativas.

Trata-se de temas e valores previstos nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs – 1995/96) como assuntos transversais que devem estar presentes no plano de ensino durante toda a educação básica.

Ocorre que a prática educativa, embora aconteça no interior da escola, é permeada por interesses políticos, o que exige dos educadores um conhecimento mais amplo dos fundamentos da educação e não só de métodos e técnicas pedagógicos.

Além disso, há várias questões importantes e urgentes que não podem ser subestimadas pelos educadores, uma vez que estão presentes em diversas formas na vida cotidiana, como cidadania, adolescência, consumo, sentido da vida, amor à Pátria, corrupção, liberdade, meio ambiente, esperança, família, inveja, ciúme, política, meio ambiente, orientação sexual, trabalho, pluralidade cultural, entre outras.

Considerando o que foi exposto, o livro Reflexões de uma educadora constitui-se em mais uma contribuição nesse sentido, e a expectativa é a de que alcance o maio número possível de educadores, pais, alunos e comunidade em geral, incitando-os ao aprofundamento dos temas abordados. Para isso o livro foi escrito e esperamos que ele cumpra sua função.

Acesse a obra da autora neste link

 


 

 

 

Wilse Arena da Costa: Nasceu em Cajuru (SP), em 30 de abril de 1953. Casada. Doutora em Educação, na área de Psicologia da Educação, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), com estágio de 6 meses na Universitat de València, na Espanha, sob a coorientação do Prof. PhD. José Gimeno Sacristán (2003); mestre em Educação Pública pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) (1997); especialista em Ciências Sociais pelo CPR/UFMT (1991); graduada em Pedagogia pelo Centro Pedagógico de Rondonópolis/UFMT (1987). Professora efetiva do Departamento de Educação da hoje Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) (1991). Aposentou-se em 2012, após 31 anos ininterruptos de exercício do magistério. Em dezembro de 2015, tornou-se membro fundador da Academia de Letras de Rondonópolis (MT), cadeira n.º 10. Pesquisadora e autora dos livros: 50 sugestões didático-pedagógicas para o ensino da leitura e da escrita em sala de aula (2006); A construção social do conceito de bom professor (2008); Os professores como agentes transformadores de sua própria prática: um desafio (urgente e necessário) a enfrentar (2014). Organizou/apresentou e foi autora de um dos artigos do livro Estigma e diferenças na educação: a necessidade de uma educação inclusiva (2007). É coautora dos artigos: “Recursos informacionais: importante aliado no processo de elaboração dos planos de aulas” (2007); “Considerações sobre o brincar e a brincadeira para o desenvolvimento da criança” (2008); “O bibliotecário escolar estimulando a leitura através da webquest” (2009); “Brincar e aprender: é possível?” (2011). Autora de inúmeros resumos e artigos publicados em revistas especializadas.