04/05/2021

Conheça a obra "Esse é meu jeito ninja?"

Tags: BLOG

04/05/2021 -  Camila De Paris

Atualmente, os animes e mangás tornaram-se um dos principais conteúdos asiáticos consumidos no Brasil. Entretanto, a formação do público brasileiro consumidor das histórias e animações japonesas teve início na década de 1960, quando o Brasil foi o primeiro país a produzir mangás fora do Japão, sendo elaborados por desenhistas descendentes de japoneses.

Com a adaptação dos mangás para animes, essas animações começaram a ser exibidas na TV aberta brasileira nos anos de 1990 e 2000, momento em que passaram a ganhar maior fama no país e, com o advento da internet, consequentemente, foi possibilitado seu fácil acesso – e a apreciação tem se propagado cada vez mais.

Os mangás e animes tornam-se, assim, um fenômeno cultural, carregados de valores, símbolos, ideologias e significações dos modos de sentir, pensar e ser dos japoneses, ocorrendo um processo de aculturação nos brasileiros, capaz de mudar valores e visões de mundo.

Nessa perspectiva, observa-se a relevância de realizar estudos que busquem analisar essas mídias, investigar suas ideologias, seus contextos sociais e históricos e os ver para além do simples entretenimento. Porém, isso só será possível se feito através das lentes das Ciências Sociais.

Para saber mais sobre o tema, conheça a obra Esse é meu jeito ninja?.

 

 


Camila De Paris: graduada em História (URI – Erechim/RS) e em Ciências Sociais (UFFS – Erechim/RS). Conselheira Tutelar do munícipio de Barão de Cotegipe/RS, gestão 2017 a 2020. Foi bolsista do Programa Residência Pedagógica (2018 a 2020) e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) – Subprojeto Ciências Sociais (2015 a 2018).