11/05/2021

Saúde mental durante a pandemia é um dos pontos de atenção da sociedade

Tags: BLOG

11/05/2021 - Natthalia Paccola

Há um ano, quando o isolamento social ocasionado pela rápida proliferação do coronavírus assolou o mundo, as pessoas tiveram suas rotinas bruscamente alteradas. As atividades presenciais foram trocadas pelo já conhecido home office e, para as pessoas pertencentes aos grupos responsáveis pelos serviços essenciais, o direito de ir e vir veio acompanhado da constante tensão de se tornar uma das vítimas da Covid-19.

Nesse cenário pandêmico, a Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou a preocupação com a saúde mental de todos. Em maio de 2020, a Organização lançou oficialmente as Políticas sobre a Covid-19 e a saúde mental, e após estudos realizados com cidadãos de diversas partes do mundo, a conclusão do diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, foi que  "o impacto da pandemia na saúde mental das pessoas já é extremamente preocupante e o isolamento social, o medo de contágio e a perda de membros da família são agravados pelo sofrimento causado pela perda de renda e, muitas vezes, de emprego".

Nesse contexto, o livro 2020, um desastre mental sem precedentes, da escritora e psicanalista, traz uma visão sobre as implicações que a pandemia do novo coronavírus atingiu na saúde das pessoas, em especial na saúde mental.

Além dos desafios econômicos, a Covid-19 também expõe as limitações do ser humano que se desestabiliza com as incertezas do futuro. Paccola contextualiza, nesse cenário, como as vivências mais significativas mostram que ainda há um caminho para ser trilhado até que o mundo compreenda se a humanidade seguirá com os mesmos valores de quando a liberdade ainda estava à disposição e podíamos sair às ruas sem o medo de adoecer.

Para comprar o seu exemplar clique aqui