Férias: O que é Bom Dura Pouco? Que Tal Comprar Mais?

Ref: 978-85-473-0204-7

Se é possível vender férias, que tal imaginar o inverso: comprar férias? A racionalidade econômica que predomina na sociedade prioriza conquistas materiais/financeiras em detrimento do tempo. É comum ouvir o seguinte pensamento de pessoas no fim da vida que refletiram sobre sua jornada: se tivesse acesso a uma máquina do tempo para retornar ao passado, gastaria menos tempo e esforço no trabalho e na perseguição de bens materiais e me dedicaria mais às coisas mais importantes da vida e que me proporcionam alegria, paixão e bem-estar, como: estar com a família, fazer e reunir amigos, investir num relacionamento amoroso, praticar esportes, aprender idiomas, ficar “fera” num hobby, cuidar melhor da minha saúde, ler, viajar, fazer o bem para outras pessoas e explorar conexão espiritual.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00 R$ 41,40 10% off
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 46,00 R$ 21,00 55% off
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0204-7


ISBN Digital: 978-85-473-0204-7


Edição:


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 143


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. André Cleiman.

Se é possível vender férias, que tal imaginar o inverso: comprar férias? A racionalidade econômica que predomina na sociedade prioriza conquistas materiais/financeiras em detrimento do tempo. É comum ouvir o seguinte pensamento de pessoas no fim da vida que refletiram sobre sua jornada: se tivesse acesso a uma máquina do tempo para retornar ao passado, gastaria menos tempo e esforço no trabalho e na perseguição de bens materiais e me dedicaria mais às coisas mais importantes da vida e que me proporcionam alegria, paixão e bem-estar, como: estar com a família, fazer e reunir amigos, investir num relacionamento amoroso, praticar esportes, aprender idiomas, ficar “fera” num hobby, cuidar melhor da minha saúde, ler, viajar, fazer o bem para outras pessoas e explorar conexão espiritual.

O trabalho é, sem dúvida, um campo importante, inclusive pode gerar alegria e realização, entretanto veja com quantos outros campos ele divide o espaço do tempo. Repare quanto tempo ele consome e quanto sobra para todo o resto. É possível reequilibrar essa proporção, trazendo a dose certa para cada parte. A felicidade aumenta e vive-se uma vida mais plena quando o ser humano desenvolve seus diversos potenciais, o que significa ir muito além do profissional.

Este livro explora a dualidade tempo/dinheiro e as consequências de desequilíbrios entre essas variáveis, e propõe uma nova ferramenta gerencial para ajudar a rebalancear essa relação.

Quanto mais profunda a reflexão, mais tempo é necessário. Se há condições de reavaliar as macroescolhas ao longo da vida, é possível corrigir desvios e acertar mais a rota, em vez de deixar conclusões do que poderia ter sido feito para o final.