Gestão de Organizações de Ensino: Uma Perspectiva Pedagógica

Ref: 978-85-473-1037-0

O livro Gestão de Organizações de Ensino: uma perspectiva pedagógica apresenta e discute um modelo de gestão em que as questões administrativas e educacionais conversam e se reconhecem como fatores essencialmente interligados dentro de uma organização de ensino. 


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 21,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1037-0


ISBN Digital: 978-85-473-1403-3


Edição:


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 05/04/2018


Número de páginas: 169


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Josefa Sônia Pereira da Fonseca.

O livro Gestão de Organizações de Ensino: uma perspectiva pedagógica apresenta e discute um modelo de gestão em que as questões administrativas e educacionais conversam e se reconhecem como fatores essencialmente interligados dentro de uma organização de ensino. Ele inicia realizando uma retrospectiva histórica sobre as Perspectivas da Administração, sua evolução e como as Organizações Não Educacionais vêm se utilizando delas para obter maior eficiência e eficácia na produção de seus produtos e na prestação de seus serviços (capítulo 1). Desse ponto de vista, o livro faz uma viagem no tempo da gestão, tomando como ponto de partida alguns exemplos do uso da Administração no Egito antigo até a contemporaneidade.

O capítulo 2 é dedicado à apresentação de uma Proposta de Modelo Pedagógico que tem a expectativa de provocar mudança no curso de Administração, passando este a ser o condutor das mudanças nas Organizações Educacionais. É nesse capítulo que se apresenta o ensaio de uma nova abordagem: a da Nova Ordem Social (NOS). Nele, propõe-se um estilo de gestão para as Organizações Educacionais baseado no desenvolvimento das pessoas, de forma que equipes, corpo técnico e docentes sejam equipes de trabalho auto-organizadas, com capacidade de transformar complexidade em desempenho.

O capítulo 3, “Yes, we Can”, relata a possibilidade factível da aplicação da Teoria da Aprendizagem Organizacional em uma instituição de ensino onde foi feito um estudo de caso. Mostra, portanto, o contexto da investigação, indicando a possibilidade de reversão do modelo tradicional de gestão de IES por um modelo que traga benefícios não apenas para a instituição, mas para a sociedade em geral. Assim, a sua responsabilidade passa a ser a de formar profissionais competentes e responsáveis moral e eticamente, com capacidade de atuar na sociedade de forma criativa, inovadora, colaborativa e transformadora.

No capítulo 4, apresenta-se a análise do desempenho pedagógico da instituição pesquisada, quando os ganhos educacionais, a partir da implementação da NOS, são reconhecidos. Já o capítulo 5 aborda os dados do ponto de vista da gestão da instituição estudada.

A conclusão retoma a questão de pesquisa – qual a interferência do modelo de gestão sobre o Projeto Pedagógico de uma Instituição de Ensino Superior e qual o reflexo dessa interferência nas atitudes de formação do aluno e em sua atividade profissional? – presente no estudo relatado e discutido ao longo do livro. E, a partir de sua resposta, justifica e formaliza sua proposta de um novo modelo de gestão para as Organizações de Ensino.