Inclusão e Profissionalização do Aluno com Deficiência Intelectual

Ref: 978-85-473-0031-9

O tema da inclusão laboral de pessoas com deficiência tem ganhado relevância nas últimas décadas no cenário brasileiro. Acompanhando uma tendência mundial, desde a década de 90, o Brasil, por meio de políticas públicas, busca a construção de uma escola que esteja aberta à diversidade. Nesse contexto, incluem-se as pessoas com deficiência intelectual que, historicamente, sempre estiveram alijadas do processo de escolarização formal. 


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 21,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0031-9


ISBN Digital: 978-85-473-0031-9


Edição:


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 143


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Cristina Mascaro.

O tema da inclusão laboral de pessoas com deficiência tem ganhado relevância nas últimas décadas no cenário brasileiro. Acompanhando uma tendência mundial, desde a década de 90, o Brasil, por meio de políticas públicas, busca a construção de uma escola que esteja aberta à diversidade. Nesse contexto, incluem-se as pessoas com deficiência intelectual que, historicamente, sempre estiveram alijadas do processo de escolarização formal. 

Não obstante, a escolarização e inclusão laboral desses alunos têm sido alvo de estudos e pesquisas, objetivando favorecer esses processos. A presente obra trata de uma experiência de investigação relacionada à profissionalização de jovens e adultos com deficiência intelectual, desenvolvida em uma escola especial.

O livro discorre sobre quem são os alunos com deficiência intelectual, suas especificidades e necessidades de apoio para o seu desenvolvimento. Trata, também, da formação de profissionais docentes e de apoio no sentido de favorecer o processo vida pós-escola, além de apresentar um caminho cujo foco é a formação profissional desses alunos, entendendo que esse é um processo que deve ser iniciado na escola.

A motivação maior é a expectativa de que o conhecimento aqui presente possa contribuir para a aquisição de novas aprendizagens, para o autodesenvolvimento de estudantes e de profissionais da área, tanto na formação inicial quanto na formação continuada.