Inquisição: O Lado Sombrio da Igreja

Ref: 4128426

A história desta obra, se desenvolve na cidade de Paris e de Lion. Os lugares frequentados pelos personagens na cidade de Paris são, na sua grande maioria, verdadeiros.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 50,00 R$ 30,00 40% off
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-8192-128-0


Edição:


Ano da edição: 2013


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 176


Encadernação: Encadernado


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Francisco Antônio de Oliveira.

A história desta obra, se desenvolve na cidade de Paris e de Lion. Os lugares frequentados pelos personagens na cidade de Paris são, na sua grande maioria, verdadeiros. 

Os acontecimentos têm início na plena vigência dos tribunais da Inquisição, considerados guardiões da Santa Madre Igreja. O ambiente hostil incentivou o crescimento de bruxaria e do aparecimento de divindades, com o prestígio de Lilith e Samael. Ninguém estava a salvo e qualquer pessoa poderia ter a culpa formalizada por simples denúncia clandestina, sem direito de defesa.

Nessa época, foram praticadas as maiores barbaridades; famílias eram destruídas e os seus patrimônios confiscados. A pena imposta àquele que fosse declarado culpado seria, quase sempre, a morte pelos mais sofisticados meios.

Os mortos pela Inquisição levavam consigo o ódio e um forte desejo de vingança. Esse estado de desespero pela perda da vida propiciou uma organização entre as almas que haviam sido banidas deste mundo pelos mesmos algozes, juízes inquisidores. O inconsciente coletivo tem o registro de tudo aquilo que fomos. A mente poderá ser conduzida para um passado remoto, por meio da regressão. O retorno até a vida uterina é segura. 

O avanço além desse ponto poderá trazer consequências irreversíveis. Quando se visita um nosocômio, encontram-se pessoas desligadas com o olhos fixos em algum lugar. Sorriem, falam consigo mesmas ou com alguém imaginário para nós, não para ele, certamente. 

Numa regressão, a pessoa poderá ficar presa no passado por seu próprio querer, onde foi extremamente feliz; ou, aprisionada pelo mal que pode ter praticado. 

As almas unidas e organizadas usaram da intuição durante o sono do seu maior algoz, intuíram-no para a regressão, e conseguiram o desiderato perseguido durante séculos: a vingança. O mal praticado nunca ficará impune.