Lacan para Historiadores

Ref: 978-85-473-1094-3

Danieli Machado Bezerra fez a tese que quis sem minimizar a complexidade do objeto que ela construiu para pensar a contemporaneidade. Não concordamos sempre, tivemos boas discussões ao longo da jornada. Desde o título, o texto sustenta-se não propriamente em uma perspectiva interdisciplinar, mas em uma de apagamento de fronteiras.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 21,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1094-3


ISBN Digital: 978-85-473-1095-0


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 17/04/2018


Número de páginas: 153


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Danieli Machado Bezerra.

Danieli Machado Bezerra fez a tese que quis sem minimizar a complexidade do objeto que ela construiu para pensar a contemporaneidade. Não concordamos sempre, tivemos boas discussões ao longo da jornada. Desde o título, o texto sustenta-se não propriamente em uma perspectiva interdisciplinar, mas em uma de apagamento de fronteiras. No livro de Danieli, Lacan para historiadores, esboça-se uma perspectiva em que não é questão de “comunicação”, mas de afirmar um novo paradigma para o pensar, uma vez que, depois de Freud, lido por Lacan, o fato de pensar não é mais o mesmo.

 

Clara de Góes

Psicanalista e poetisa

Professora do Departamento de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro