O Aluno e Sua Representação do Professor de Matemática no Contexto da Pós-Modernidade

Ref: 978-85-473-0139-2

Este livro volta-se para a pesquisa educacional e busca, ao situar a contemporaneidade no fenômeno da pós-modernidade, estabelecer uma correlação entre as representações que os estudantes têm de seus professores de Matemática e a temporalidade por eles experimentada em seus contextos de vida.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0139-2


Edição: 1


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 151


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 21 cm


1. Flávio de Ligório Silva.

Este livro volta-se para a pesquisa educacional e busca, ao situar a contemporaneidade no fenômeno da pós-modernidade, estabelecer uma correlação entre as representações que os estudantes têm de seus professores de Matemática e a temporalidade por eles experimentada em seus contextos de vida.

Em O aluno e sua representação do professor de Matemática no contexto da pós-modernidade, o autor teoriza sobre o ensino de matemática no contexto da pós-modernidade, apontando aspectos inerentes ao ato de ensinar e aprender típicos dessa temporalidade. Debruça-se ainda sobre a figura dos professores enquanto objeto de representação por parte dos alunos, o que se dá por meio da teoria das representações sociais de Serge Moscovici.

A tese central da argumentação que aqui se desenvolve é a de que as representações sociais forjadas, constituídas, estabelecidas e compartilhadas no interior das salas de aula constituem o alicerce sobre o qual se assentam o ensino e a aprendizagem da matemática escolar, trazendo em si a marca da pós-modernidade, suas contradições, suas limitações e seus aspectos desconstrutivos. Observar tais representações é também reparar na forma como os seres humanos têm lidado com essa temporalidade e sobrevivido à sua crise, ou mesmo negado e recusado sua existência.