Liberdade para a Educação do Campo: O Uso das Tecnologias da Informação e Comunicação

Ref: 978-85-8192-893-7

Liberdade para a Educação do Campo: O uso das Tecnologias da Informação e Comunicação discute a possibilidade de se fazer uma educação a distância libertadora, voltada para o campo, que enseje o diálogo. Mas como usar o computador, a televisão, o smartphone e outras máquinas de visão plana para fazer o diálogo entre as práticas do campesino, sua vida, sua história e a construção de mais histórias?


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 54,00 R$ 32,40 40% off
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-8192-893-7


Edição:


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 285


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Natalina Pereira de Souza.

Liberdade para a Educação do Campo: O uso das Tecnologias da Informação e Comunicação discute a possibilidade de se fazer uma educação a distância libertadora, voltada para o campo, que enseje o diálogo. Mas como usar o computador, a televisão, o smartphone e outras máquinas de visão plana para fazer o diálogo entre as práticas do campesino, sua vida, sua história e a construção de mais histórias? O estudo, então, argumenta sobre o uso da Pedagogia da Alternância, considerando que seus instrumentos pedagógicos possibilitam uma problematização crítica da situação real e têm atuação transformadora, de acordo com a visão do educador Paulo Freire. O desafio é superar os limitadores de uma tecnologia que é configurada para reproduzir as regras de poucos sobre muitos, em uma via de sentido único, e alcançar o diálogo democrático entre os campesinos.