Língua Inglesa: A Aquisição da Oralidade a Partir do Significado da Profissão “Professor de Inglês”

Ref: 978-85-473-0123-1

Na sociedade contemporânea, não há como negar a hegemonia da Língua Inglesa na comunicação, na política, na ciência, na economia, na cultura, no mercado de trabalho e na educação. Entretanto, o ensino da língua no Brasil, desde o seu início, não foi considerado satisfatório, e as chances de um aluno de escola pública sair do Ensino Médio fluente em inglês são mínimas. Alguns fatores, como a pouca carga horária, o grande número de alunos em sala de aula, a falta de recursos didáticos, o foco na leitura e na escrita, a pouca fluência do professor de inglês e as condições socioculturais dos alunos são apontados como barreiras para a execução de uma abordagem comunicativa mais eficiente.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0123-1


Edição:


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 129


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Kátia Cristina Galatti.

Na sociedade contemporânea, não há como negar a hegemonia da Língua Inglesa na comunicação, na política, na ciência, na economia, na cultura, no mercado de trabalho e na educação. Entretanto, o ensino da língua no Brasil, desde o seu início, não foi considerado satisfatório, e as chances de um aluno de escola pública sair do Ensino Médio fluente em inglês são mínimas. Alguns fatores, como a pouca carga horária, o grande número de alunos em sala de aula, a falta de recursos didáticos, o foco na leitura e na escrita, a pouca fluência do professor de inglês e as condições socioculturais dos alunos são apontados como barreiras para a execução de uma abordagem comunicativa mais eficiente.

Este livro surgiu no intuito de compreender quais as reais necessidades e dificuldades do professor de inglês para o desenvolvimento da habilidade oral de seus alunos. Busca investigar o processo de aquisição da Língua Inglesa falada, a partir do significado que os professores atribuem a sua profissão e refletir sobre as possibilidades de desenvolvimento oral desses alunos.