Manipulação Ideológica: Propaganda e Educação na Sociedade Capitalista

Ref: 4406691

O sistema capitalista legitima sua existência e permanência como instrumento garantidor dos interesses da classe dominante.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-8192-633-9


Edição:


Ano da edição: 2015


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 145


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Adelson Florêncio de Barros.

Em MANIPULAÇÃO IDEOLÓGICA: propaganda e educação na sociedade capitalista, o autor discorre de forma clara e objetiva, porém com todo rigor científico, como o discurso capitalista utiliza a imagem propagandística com a finalidade de persuadir a sociedade ao consumismo exagerado, construindo, sutilmente e por meio de peças publicitárias, formatos de felicidade baseados exclusivamente no "ter e ostentar". Nesse universo, o "ser" se dilui por completo restando apenas o vazio existencial em face da ausência de "bens" que favoreçam um pseudoestado de satisfação e bem estar. 
O sistema capitalista legitima sua existência e permanência como instrumento garantidor dos interesses da classe dominante. Neste processo a construção de sentido do discurso dominante difunde suas ideias e normas a serem impostas às classes subordinadas, instituindo um discurso a partir de seus interesses como interesses de todos os membros da sociedade.
A educação, sob este aspecto, está estruturada para atender o capital, bem como é instrumento importante de grande poder usada, muitas vezes, como veículo e canal de comunicação para atender aos interesses próprios de um pequeno grupo, apregoando o discurso da unificação e universalização da educação.