Mulheres Negras na Educação Brasileira

Ref: 978-85-473-0554-3

Mulheres negras na educação brasileira é um livro estruturado para mostrar como as controvérsias contemporâneas de raça têm frequentemente raízes históricas, culturais, políticas, filosóficas e econômicas. A relevância do assunto, a pertinência das observações da autora e a linguagem absorvente com que ela as formula reavivam a força da reflexão e do diálogo para compreender a realidade.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 54,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 25,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0554-3


ISBN Digital: 978-85-473-0554-3


Edição:


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 217


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Tais Pereira de Freitas.

Mulheres negras na educação brasileira é um livro estruturado para mostrar como as controvérsias contemporâneas de raça têm frequentemente raízes históricas, culturais, políticas, filosóficas e econômicas.

A relevância do assunto, a pertinência das observações da autora e a linguagem absorvente com que ela as formula reavivam a força da reflexão e do diálogo para compreender a realidade.

Na primeira parte retrata-se um percurso histórico-social sobre as amas e as educadoras negras, com a audácia da esperança, aquilo que deve ser feito hoje e amanhã. Não como um manual ou protocolo que reflita princípios gerais e atemporais, mas, acima de tudo, como um estudo dirigido à práxis ética.

A segunda parte é o coração da obra. Reúne, com clareza e vigores científico e estilístico, o conceito de emancipação enquanto horizonte ético da educação para a construção da igualdade racial, oferecendo uma sólida evidência de como esses conceitos aproximam-se das difíceis e contraditórias questões sociais, como: igualdade e discriminação.

Endereçado não apenas ao estudante, mas também ao estagiário e ao assistente social militante, o livro pretende ser objeto de leitura de pedagogos, sociólogos, antropólogos, educadores e, acima de tudo, leitores atentos às inevitáveis dúvidas que perpassam a vida no tempo presente.

Esta obra exprime uma inquietude da autora que é fundamental a todo e qualquer ser humano, que se concretiza numa necessidade de pensar sobre as relações com os outros e consigo mesmo. Assim, Mulheres negras na educação brasileira é um convite para investigar o mundo, agir na sociedade e participar da construção de um amanhã melhor. Boa leitura!

 

Profª Drª Helen Barboza Raiz Engler