Negro, Ser Arquiteto: A Construção Identitária Entre Africanidade e Negritudes

Ref: 978-85-8192-998-9

A identidade negra é fruto do “tornar-se negro” ou do “ser negro”? Essa identidade se constrói com auxílio das africanidades ou nas experiências de ser negro? Este livro traz, de forma dinâmica, uma discussão contemporânea sobre a realidade identitária do negro no Brasil, tendo como pressuposto a concepção de que todo negro é um ser arquiteto.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 25,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-8192-998-9


ISBN Digital: 978-85-8192-998-9


Edição:


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 155


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Michelangelo Henrique Batista.

A identidade negra é fruto do “tornar-se negro” ou do “ser negro”? Essa identidade se constrói com auxílio das africanidades ou nas experiências de ser negro? Este livro traz, de forma dinâmica, uma discussão contemporânea sobre a realidade identitária do negro no Brasil, tendo como pressuposto a concepção de que todo negro é um ser arquiteto. Conceitos como ideologia de africanidade, múltiplas noções de negritudes e atitudes cromáticas foram desenvolvidos para interpretar e apresentar uma compreensão científica idônea da possível existência arquitetônica negra. Uma leitura indispensável para os pesquisadores, estudiosos e militantes da área.