No Descomeço Era o Verbo: Manoel de Barros e a Roda de Conversa na Educação Infantil

Ref: 978-85-473-1114-8

A roda de conversa é uma prática cotidiana na Educação Infantil e inspirou a realização desta obra.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 21,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1114-8


ISBN Digital: 978-85-473-1115-5


Edição:


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 157


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Glenda Matias de Oliveira Rosa.

A roda de conversa é uma prática cotidiana na Educação Infantil e inspirou a realização desta obra. Entende-se a roda enquanto espaço potente para a experiência do devir, para a construção identitária e para que a palavra tome forma e crie novos acontecimentos, muitas vezes imprevisíveis e surpreendentes. A roda de conversa é, portanto, lugar de criança que fala como criança, que pensa como criança e que sente como criança, e é também lugar de adulto que fala, pensa e sente como adulto. É, antes de tudo, lugar de encontro e de experiência.

O livro No descomeço era o verbo: Manoel de Barros e a Roda de Conversa na Educação Infantil busca ampliar a reflexão sobre a práxis roda de conversa na Educação Infantil, tendo como inspiração a obra poética de Manoel de Barros, o poeta da infância, da miudeza e das inutilidades.

Em Manoel de Barros reside a possibilidade potente de desvelar uma valiosa concepção de infância.

Buscou-se evidenciar a roda de conversa enquanto lugar privilegiado de encontro entre criança e adulto, tendo a poesia como possibilidade de abertura à criação e à resistência a uma instrumentalização da linguagem hegemonicamente imposta no âmbito escolar, ao mecanicismo das práticas e à impossibilidade de praticar absurdezes e peraltices com as palavras e com o pensamento.