O Ensaio: E se Ciência e Espiritualidade Fizessem as Pazes?

Ref: 9,78855E+12

O livro apresenta uma concepção de homem biopsicossocioespiritual, na intenção de abordar os problemas sociais por uma visão integral do ser humano. A obra é um esforço para entender as formas como a espiritualidade vem se apresentando a observação humana na atualidade e uma tentativa de aplicar esses conhecimentos de maneira integrada no nosso dia a dia, em busca de melhorar a qualidade de vida em meio aos problemas contemporâneos. Negar a observação é atrapalhar a ciência e a humanidade de cumprir seu progresso. 


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 21,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0509-3


ISBN Digital: 978-85-473-0509-3


Edição: 1


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 145


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Emmanuel Vasconcelos.

O livro O ensaio: e se ciência e espiritualidade fizessem as pazes? apresenta uma concepção de homem biopsicossocioespiritual, na intenção de abordar os problemas sociais por uma visão integral do ser humano. A obra é um esforço para entender as formas como a espiritualidade vem se apresentando a observação humana na atualidade e uma tentativa de aplicar esses conhecimentos de maneira integrada no nosso dia a dia, em busca de melhorar a qualidade de vida em meio aos problemas contemporâneos. Negar a observação é atrapalhar a ciência e a humanidade de cumprir seu progresso. Diante de tantos problemas sociais que enfrentamos, está na hora de somarmos esforços para melhorar o nosso convívio. A inspiração para escrever vem da luta contra a fome; quando o autor a conheceu de perto resolveu entrar na guerra contra ela. Na fase do planejamento, percebeu que a arma mais poderosa e efetiva para essa luta é o conhecimento. Precisamos vencer o individualismo causado pelo capitalismo selvagem; precisamos adentrar no espiritualismo. Assim, o livro tem como objetivo maior convidar o leitor para um diálogo e entendimento de novas saídas e possibilidades para uma sociedade mais humana e justa.