O Ensino de Matemática no Século Xix: Aulas de Comércio no Brasil

Ref: 978-85-473-1061-5

Pesquisas realizadas a respeito do ensino no Brasil vêm privilegiando o ensino primário e secundário, além do superior, com pouco destaque para iniciativas que dizem respeito aos cursos profissionais, como institutos agrícolas, de artes e de ofícios e ensino comercial.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 21,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1061-5


ISBN Digital: 978-85-473-1061-5


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 141


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. João Bosco Pitombeira Fernandes de Carvalho.

2. Flávia dos Santos Soares.

3. Zildenice de Souza Martins.

Pesquisas realizadas a respeito do ensino no Brasil vêm privilegiando o ensino primário e secundário, além do superior, com pouco destaque para iniciativas que dizem respeito aos cursos profissionais, como institutos agrícolas, de artes e de ofícios e ensino comercial.

Entretanto a chegada da família Real ao Brasil em 1808 deu origem a uma série de medidas tomadas por D. João VI, voltadas à necessidade de desenvolvimento econômico do País, e dentre elas a criação de Aulas de Comércio no Rio de Janeiro, Salvador e Recife.

Criadas em 1809, a partir de sua congênere portuguesa, as Aulas de Comércio chegam ao Brasil submetidas aos mesmos estatutos estabelecidos pelo Marquês de Pombal nos cursos congêneres implantados em Portugal. Além dos estatutos, outras referências foram transferidas para a Aula de Comércio implantada na Corte, em especial no que diz respeito ao ensino de Matemática.

Parte importante e ponto de partida para o saber do comerciante, a matemática, e, mais especificamente, a aritmética ensinada nas Aulas de Comércio, é o foco deste livro. Especial atenção foi dada neste trabalho a experiência realizada no município da Corte, e a mais importante referência existente sobre o ensino de aritmética: o livro-texto indicado na bibliografia, os Elementos de Arithmetica, de Étienne Bézout.

Por conta dos insuficientes estudos e escassa literatura sobre o assunto, esta obra busca contribuir com uma lacuna existente sobre o ensino nesse período da educação brasileira, e sobre essa modalidade de ensino pouco explorada ou ignorada pelos pesquisadores.

Leitura importante também para aqueles que buscam saber sobre o ensino de matemática no século XIX e para os que pesquisam sobre a origem dos cursos de Ciências Contábeis no País.