O Tecnobrega no Contexto do Novo Paradigma de Legitimação Musical

Ref: 4430517

A pesquisa apresentada neste livro aponta uma tendência de mudança nos critérios de validação da música popular (periférica) contemporânea, com base na análise do circuito paraense do tecnobrega.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 57,00 R$ 34,20 40% off
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-8192-712-1


Edição: 1


Ano da edição: 2015


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 255


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Lydia Barros.

A pesquisa apresentada neste livro aponta uma tendência de mudança nos critérios de validação da música popular (periférica) contemporânea, com base na análise do circuito paraense do tecnobrega. O estilo, que emergiu em Belém do Pará, no início dos anos 2000, como versão atualizada de uma tradição musical socialmente estigmatizada - a música brega -, introduziu a informalidade no negócio da música no país, puxando os números de uma indústria paralela milionária, com composições 100% eletrônicas e o comércio informal de discos. Manifestação artística que, apesar da alegada inadequação às sensibilidades bem treinadas, viu-se legitimada pelo establishment midiático, com status de cultura periférica digitalizada conectada às vanguardas musicais globais. A importância deste trabalho reside no fato de revelar uma tendência mercadológica que, em sua feição mais progressista, abre frente no terreno midiático à "economia da cultura", gestada na informalidade das "novas indústrias culturais", e que, em sua linha mais conservadora, evidencia a necessidade de reinvenção do establishment cultural, com base na constatação da irreversibilidade do acesso horizontal às formas culturais em circulação.