Obesidade Infantil: Interações Familiares e Ciclo de Vida Numa Perspectiva Sistêmica

Ref: 978-85-473-0085-2

O número de pessoas obesas tem aumentado em todas as partes do mundo nas últimas décadas e a prevalência da doença em crianças chama a atenção pelo rápido crescimento. Dentre os vários fatores que causam a obesidade, o ambiente tem sido cada vez mais estudado e as relações familiares constituem um aspecto fundamental para analisar o desenvolvimento da doença. Embora existam muitas pesquisas que destaquem a importância da mudança nos hábitos familiares para a perda de peso da criança, são poucas as que investigam a participação das relações entre os membros da família na obesidade infantil.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 21,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0085-2


ISBN Digital: 978-85-473-0085-2


Edição: 1


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 113


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Maria Alexina Ribeiro.

2. Vladimir de Araújo Albuquerque Melo.

O número de pessoas obesas tem aumentado em todas as partes do mundo nas últimas décadas e a prevalência da doença em crianças chama a atenção pelo rápido crescimento. Dentre os vários fatores que causam a obesidade, o ambiente tem sido cada vez mais estudado e as relações familiares constituem um aspecto fundamental para analisar o desenvolvimento da doença. Embora existam muitas pesquisas que destaquem a importância da mudança nos hábitos familiares para a perda de peso da criança, são poucas as que investigam a participação das relações entre os membros da família na obesidade infantil.

De forma sucinta e esclarecedora, este livro é destinado a profissionais de saúde e ao público em geral interessado no tema da obesidade. Nele, são apresentados um breve panorama da obesidade no mundo e no Brasil, a representação da alimentação familiar ao longo da história e os principais conceitos que envolvem a estrutura da família e o seu ciclo de vida. Para ilustrar a apresentação e ampliar a discussão sobre o tema, os autores utilizam um estudo de caso com uma família de três gerações, com uma criança obesa. Por meio da teoria sistêmica, tornou-se possível compreender o papel da família no surgimento e na manutenção da obesidade em crianças e examinar como esse fator deve ser amplamente considerado para um tratamento bem-sucedido da doença.