Práticas de Desempoderamento Docente no Cotidiano Escolar

Ref: 978-85-473-0173-6

Práticas de desempoderamento docente no cotidiano escolar gira ao redor de cinco eixos: saberes docentes e competência profissional, reuniões pedagógicas e ação docente, contexto escolar e valorização docente, processos avaliativos e docência e, finalmente, autonomia docente.  Tais eixos, que fazem parte do amplo vocabulário pedagógico contemporâneo e têm presença cativa nos cursos de formação de professores, são o mote da autora para demonstrar o referido processo de desempoderamento e suas implicações nada triviais, como, por exemplo, o exercício da docência de modo individualizado, distante de um modelo de formação e de exercício profissional pautados na cooperação.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0173-6


Edição: 1


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 160


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Janaina Boniatti Bolson.

Práticas de desempoderamento docente no cotidiano escolar gira ao redor de cinco eixos: saberes docentes e competência profissional, reuniões pedagógicas e ação docente, contexto escolar e valorização docente, processos avaliativos e docência e, finalmente, autonomia docente.  Tais eixos, que fazem parte do amplo vocabulário pedagógico contemporâneo e têm presença cativa nos cursos de formação de professores, são o mote da autora para demonstrar o referido processo de desempoderamento e suas implicações nada triviais, como, por exemplo, o exercício da docência de modo individualizado, distante de um modelo de formação e de exercício profissional pautados na cooperação.

A autora oferece-nos um diagnóstico singular, mas, ao mesmo tempo, aponta possibilidades concretas de resistência, que têm a ver, sobretudo, com o enfrentamento coletivo das questões impostas pelo contexto no qual estamos imersos. Isso envolve, obviamente, o repensar dos processos formativos institucionalizados, que, na sua ótica, deveriam privilegiar ações que favoreçam o resgate da autonomia e do poder, atributos que para ela são condições para o exercício da profissão.

               

Luís Henrique Sommer

Departamento de Estudos Básicos

Universidade Federal do Rio Grande do Sul