Produzir e Preservar: A Educação Ambiental em um Assentamento Extrativista

Ref: 978-85-473-0720-2

Produzir e preservar: a educação ambiental em um assentamento extrativista discute as práticas de Educação Ambiental do Movimento Ceta no Projeto de Assentamento Agroextrativista São Francisco, localizado nos municípios baianos de Serra do Ramalho e Carinhanha.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 51,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0720-2


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 08/05/2018


Número de páginas: 161


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Luís Geraldo Leão Guimarães.

Produzir e preservar: a educação ambiental em um assentamento extrativista discute as práticas de Educação Ambiental do Movimento Ceta no Projeto de Assentamento Agroextrativista São Francisco, localizado nos municípios baianos de Serra do Ramalho e Carinhanha. Aborda a relação entre um movimento social camponês e a ocupação de uma Área de Preservação Permanente, nas margens do Rio São Francisco, configurada como uma reserva extrativista. Quais e como são as ações de EA do Ceta junto aos assentados do projeto? Como tem sido encaminhada a solução do dilema entre preservar e produzir na Reserva Extrativista? Essas questões são levantadas e discutidas para o leitor chegar às suas próprias conclusões. A obra é indicada para estudantes interessados em Educação Ambiental, Movimentos Sociais Populares e em Sustentabilidade, bem como para todas as pessoas preocupadas com as questões ambientais e a sustentabilidade do planeta.