Professores de Surdos: Educação Bilíngue, Formação e Experiências Docentes

Ref: 978-85-8192-853-1

A educação de surdos é um tema do nosso tempo. Pensando nisso, este livro objetiva trazer problematizações e atravessamentos da perspectiva bilíngue na formação dos professores que atuam com esses sujeitos. Assim, por meio do diálogo com os docentes, busca compreender o “tornar-se” professor de surdos, fazendo da rede de conversações uma troca de experiências e experimentos.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 57,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-8192-853-1


Edição: 1


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 213


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Lucyenne Matos da Costa Vieira-Machado.

A educação de surdos é um tema do nosso tempo. Pensando nisso, este livro objetiva trazer problematizações e atravessamentos da perspectiva bilíngue na formação dos professores que atuam com esses sujeitos. Assim, por meio do diálogo com os docentes, busca compreender o “tornar-se” professor de surdos, fazendo da rede de conversações uma troca de experiências e experimentos. A proposta de um texto ensaísta está relacionada ao envolvimento da autora com a temática, já que, como filha de surdos e pesquisadora da área, posiciona-se no centro da conversa e procura fazer o tempo todo as dobras necessárias, colocando seu próprio pensamento na berlinda. A escritura desta obra é uma atitude de contraconduta empreendida pela autora na defesa de uma educação de qualidade para os surdos e uma formação que atenda às emergências deste tempo para os professores.

 

“Neste livro a autora problematiza as experiências, as práticas e os saberes acadêmicos dos professores de surdos e interpela como eles tornaram-se esses professores. Para tanto, aborda o conceito de educação bilíngue, o qual considera que não se dá de forma linear, pois se organiza por meio dessa tríade. A partir da discussão do processo de formação, relacionando-o às questões históricas e aos discursos recorrentes presentes nessa formação, a autora discute as práticas bilíngues que compõe o próprio conceito, tendo como matéria-prima as narrativas dos professores de surdos sobre como as formações iniciais e continuadas constituíram-nos nessa profissão.”

 

Profa. Dra. Sonia Lopes Victor