Psicanálise e Marxismo: As Violências em Tempos de Capitalismo

Ref: 978-85-473-0862-9

Esta obra coletiva apresenta reflexões críticas sobre os efeitos violentos do sistema capitalista na subjetividade contemporânea. Os autores são acadêmicos de sete países distribuídos na Ásia, África, Europa e América Latina.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00 R$ 27,60 40% off
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0862-9


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 223


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. David Pavón-Cuéllar.

2. Nadir Lara Junior.

Esta obra coletiva apresenta reflexões críticas sobre os efeitos violentos do sistema capitalista na subjetividade contemporânea. Os autores são acadêmicos de sete países distribuídos na Ásia, África, Europa e América Latina. Esses autores têm em comum a orientação anticapitalista e sua adesão às tradições nas quais o marxismo se articula com a psicanálise, especialmente com a abordagem lacaniana. A perspectiva psicanalítica e a sensibilidade marxista permitem analisar em cada caso apresentado neste livro as diversas ferramentas que o sistema capitalista utiliza para destruir o mundo e como isso afeta a subjetividade das pessoas. Esses pensadores de quatro continentes diferentes nos mostram que há uma psicologização da violência  para poder justificá-la, relativizá-la e despolitizá-la a fim de responsabilizar as vítimas e absolver os responsáveis. Essas reflexões apresentadas nos dão um panorama de como e o quanto a violência em diversos estados capitalistas ainda é esquecida. Esta obra é recomendada para quem deseja fomentar a consciência crítica sobre a sociedade que estamos construindo. Desejamos uma boa leitura!