A Criatividade no Ensino de Artes Visuais: da Reprodução à Inclusão

Ref: 978-85-473-0178-1

O livro A CRIATIVIDADE NO ENSINO DE ARTES VISUAIS: DA REPRODUÇÃO À INCLUSÃO, nos é brindado por Vera Lúcia Penzo Fernandes e traz à tona um tema esquecido na história do ensino de arte.  Como aponta a autora, um tema imbuído de controvérsias que nasceram no momento em que o Ensino de Artes no Brasil fundamentava-se na livre expressão, partindo da crítica a práticas reprodutivistas da escola tradicional. Com uma sólida base histórico-cultural,  o livro reconstitui os fundamentos, as práticas e as proposições inclusivas na perspectiva do processo criador tomado como fator de humanização e subjetivação.  Sua trajetória de professora na escola pública e atualmente formadora de professores de artes visuais na universidade dá credibilidade aos estudos e propostas socializados no presente livro.  Sua trajetória de educadora avaliza a profundidade de seu estudo e sua ligação com o chão da escola legitima sua fala que compreende o universo da prática escolar.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 23,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0178-1


ISBN Digital: 978-85-473-1814-7


Edição: 1


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 237


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Vera Lúcia Penzo Fernandes.

O livro A CRIATIVIDADE NO ENSINO DE ARTES VISUAIS: DA REPRODUÇÃO À INCLUSÃO, nos é brindado por Vera Lúcia Penzo Fernandes e traz à tona um tema esquecido na história do ensino de arte.  Como aponta a autora, um tema imbuído de controvérsias que nasceram no momento em que o Ensino de Artes no Brasil fundamentava-se na livre expressão, partindo da crítica a práticas reprodutivistas da escola tradicional. Com uma sólida base histórico-cultural,  o livro reconstitui os fundamentos, as práticas e as proposições inclusivas na perspectiva do processo criador tomado como fator de humanização e subjetivação.  Sua trajetória de professora na escola pública e atualmente formadora de professores de artes visuais na universidade dá credibilidade aos estudos e propostas socializados no presente livro.  Sua trajetória de educadora avaliza a profundidade de seu estudo e sua ligação com o chão da escola legitima sua fala que compreende o universo da prática escolar.

Pontuamos nesse breve convite à leitura, aspectos que podem ajudar o leitor a identificar a qualidade do estudo em foco. Primeiramente enfatizamos a importância em reconhecer que, embora a academia tenha abandonado o termo “criatividade” por algumas décadas, as escolas continuaram desenvolvendo-o, mesmo sem grande profundidade os objetivos continuaram pautados na criatividade. Foi em sua atuação na Prefeitura Municipal de Campo Grande/Mato Grosso do Sul que Vera Penzo, dialogando com os professores no processo de formação continuada, percebeu a necessidade dos professores em abordar o tema criatividade. Outro aspecto, diz respeito a percepção de que o trabalho inclusivo requer mudanças, ênfase no processo criador e, portanto, as redes de ensino, para qualificarem seu projeto de inclusão, precisam abrir-se para o estudo das práticas sócio-históricas e ao mesmo tempo propor novos caminhos. Um terceiro aspecto em destaque no trabalho da autora é o esforço em compreender a criatividade no trabalho pedagógico, no campo do ensino de arte, a partir de um estudo de campo que alimentou as importantes conclusões sistematizadas neste livro em especial no ensino médio e na educação inclusiva.

Enfim, temos aqui uma excelente oportunidade de aprofundar esse tema, ora esquecido, ora reinterpretado. Um convite a nos reinventarmos a partir de processos criadores no trabalho docente!