Sistemas Conservacionistas de Recuperação de Pastagem Degradada

Ref: 978-85-473-1157-5

O livro Sistemas conservacionistas de recuperação de pastagem degradada aborda o principal problema da atualidade encontrado na pecuária brasileira, que são as áreas degradadas com baixa produção de animais e produtos, tendo como foco principal o uso de técnicas que já foram aprovadas pelos principais especialistas e pelos pecuaristas brasileiros. 


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 38,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 17,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1157-5


ISBN Digital: 978-85-473-1158-2


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 113


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Ricardo Loiola Edvan.

O livro Sistemas conservacionistas de recuperação de pastagem degradada aborda o principal problema da atualidade encontrado na pecuária brasileira, que são as áreas degradadas com baixa produção de animais e produtos, tendo como foco principal o uso de técnicas que já foram aprovadas pelos principais especialistas e pelos pecuaristas brasileiros. Todas as técnicas descritas neste livro já obtiveram êxito em recuperar áreas de pastagens degradadas de forma sustentável e duradoura.

No livro os autores usam de uma linguagem objetiva de fácil compreensão, sendo uma leitura recomendada para pecuaristas, técnicos, profissionais e estudantes da área, além de admiradores do uso de técnicas sustentáveis de produção agrícola. A obra contou com vários especialistas da área com formação superior, doutores, pesquisadores e professores de instituições de nível superior do Brasil, que compartilharam aqui suas experiências e seus conhecimentos de forma clara e objetiva.

A leitura do livro irá proporcionar aos leitores conhecimento atual sobre as principais técnicas de recuperação de áreas degradadas de pastagem, utilizadas no Brasil e que podem também ser utilizadas em outros países. Os leitores terão a oportunidade de saber como identificar uma pastagem que apresenta degradação e de optar por um modelo de recuperação conservacionista que melhor se adeque à sua situação. Os sistemas conservacionistas abordados são os de consorciação em pastagens, integração pecuária-floresta, integração lavoura-pecuária e integração lavoura-pecuária-floresta. Essas técnicas, além de recuperarem áreas com processos degradativos identificados, proporcionam renda ao pecuarista durante sua execução e têm uma ação duradoura e sustentável, diferentemente das práticas convencionais de recuperação de pastagem degradadas, que têm ação pontual e não duradoura.