Smartphones e Tablets: Ferramentas para Expandir a Sala de Aula

Ref: 978-85-473-0200-9

SMARTPHONES E TABLETS: Ferramentas para expandir a sala de aula mostra-se norteado por duas evidências. A primeira é a emergência do ciberespaço, nos dias atuais, com a crescente utilização dos dispositivos móveis conectados à rede mundial de computadores.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 48,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 17,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-473-0200-9


ISBN Digital: 978-85-473-0200-9


Edição: 1


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 171


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Celso Gomes.

SMARTPHONES E TABLETS: Ferramentas para expandir a sala de aula mostra-se norteado por duas evidências. A primeira é a emergência do ciberespaço, nos dias atuais, com a crescente utilização dos dispositivos móveis conectados à rede mundial de computadores. A segunda é a urgente necessidade de que as práxis educacionais possam acompanhar, de forma contextualizada, a ecologia comunicacional pluralista que se configura com a crescente pervasividade com que a tecnologia tende a se apresentar nos dias atuais. Pensando nisso, a partir da convergência do pensamento de autores como Edgar Morin, Lúcia Santaella, André Lemos, Jean Piaget, Ivan Illich, Ulisses Araújo e Ricardo Pátaro, entre outros, este livro busca direcionamentos para o planejamento, execução e avaliação de atividades educacionais que fazem uso da ubiquidade de recursos tecnológicos comunicacionais. Atividades essas que permitem a dialogicidade entre as situações intra e extraescolar em contextos colaborativos de construção e reconstrução de conhecimentos, pela perspectiva de pressupostos epistemológicos educacionais sócio-construtivistas, e que podem ser contextualizadas com a crescente presença do ciberespaço no meio físico, sob a ótica do pensamento complexo.