Tal Pai, Tal Filho? Intergeracionalidade e Transição para a Vida Adulta

Ref: 978-85-473-0066-1

“Uma das grandes riquezas na atuação do psicólogo está em lidar, continuamente, com temas que atravessam nosso cotidiano e sobre os quais, imersos em rotinas corridas e desgastantes, usualmente pouco refletimos. Seja por meio da clínica ou de pesquisas acadêmicas, além das outras tantas áreas de inserção da Psicologia, cabe ao psicólogo contribuir para que os indivíduos se tornem capazes de transformar vivências em experiências de forma construtiva. No percurso da vida, as crises são entendidas como oportunidades de reconstrução e ressignificação, de mudança de olhar sobre temas que, embora recorrentes ou previsíveis, podem assumir novos contornos. (...)"


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0066-1


Edição: 1


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 115


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Clarissa Magalhães Rodrigues Sampaio.

“Uma das grandes riquezas na atuação do psicólogo está em lidar, continuamente, com temas que atravessam nosso cotidiano e sobre os quais, imersos em rotinas corridas e desgastantes, usualmente pouco refletimos. Seja por meio da clínica ou de pesquisas acadêmicas, além das outras tantas áreas de inserção da Psicologia, cabe ao psicólogo contribuir para que os indivíduos se tornem capazes de transformar vivências em experiências de forma construtiva. No percurso da vida, as crises são entendidas como oportunidades de reconstrução e ressignificação, de mudança de olhar sobre temas que, embora recorrentes ou previsíveis, podem assumir novos contornos. 

Como crise que caracteriza, a transição para a vida adulta, hoje ambientada em um novo cenário de maiores possibilidades e menos garantias, coloca desafios para os pais cujos filhos efetuam esse percurso. A passagem para a adultez parece exigir de pais e mães o difícil empreendimento de, buscando lidar com as descontinuidades e incertezas da vida, manter-se como figuras de referência e apoio para seus descendentes. Partindo de uma escuta atenta e acreditando na importância das relações parento-filiais para a formação da identidade na vida adulta, esta obra apresenta uma compreensão intergeracional de questões fundamentais que permeiam os processos de transição para adultez na contemporaneidade, problematizando a normatividade tradicionalmente presente na Psicologia do Desenvolvimento e buscando legitimar o caráter singular das experiências de transição vividas. Uma leitura útil para profissionais e estudantes de Psicologia que atuam, ou objetivam atuar, como facilitadores na construção de trajetórias de vida mais funcionais e satisfatórias, neste cenário multifacetado e instável que ambienta e influencia nossas vidas”.