A Educação Ambiental na Cidade Educadora

Ref: 978-85-473-0525-3

Como a Educação Ambiental poderia ser trabalhada em uma cidade educadora? Especificamente haveria algum modelo pedagógico apropriado a essa área da educação? Essas foram as perguntas que deram origem a esta obra. Para respondê-las, o autor desenvolveu uma pesquisa abrangente, em que busca descrever a “evolução” do ser humano, inicialmente focando o seu surgimento na Terra, para depois discutir a “evolução” socioeconômica e a desumanização das relações ao longo do tempo, até os dias atuais. 


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0525-3


Edição: 1


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 173


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Roberto Martinez.

Como a Educação Ambiental poderia ser trabalhada em uma cidade educadora? Especificamente haveria algum modelo pedagógico apropriado a essa área da educação? Essas foram as perguntas que deram origem a esta obra. Para respondê-las, o autor desenvolveu uma pesquisa abrangente, em que busca descrever a “evolução” do ser humano, inicialmente focando o seu surgimento na Terra, para depois discutir a “evolução” socioeconômica e a desumanização das relações ao longo do tempo, até os dias atuais. Valendo-se do ponto de vista de vários pensadores, discute as raízes das mazelas ecossocioeconômicas dos nossos dias, abordando a ecologização das sociedades, aproximando-a do meio ambiente mais próximo dos seres humanos, ou seja, as cidades, como ponto de partida. Para tanto, após um breve estudo sobre os diversos modelos de cidade ao longo dos tempos até a proposta de Cidade Educadora, bem como das diversas correntes de Educação Ambiental, o autor passa a desenvolver o que considera uma proposta pedagógica que se coadune a ambas – Educação Ambiental e Cidade Educadora. A Educação Ambiental na Cidade Educadora busca a reflexão sempre com base em fatos e informações acerca não só dos problemas ecológicos de que se tem conhecimento, mas também das ações empreendidas, com sucesso ou fracasso, para amenizar os impactos ocorridos por estes. Tais informações devem ser encaradas como base para se chegar ao cerne da questão: o que o autor entende como Educação Ambiental adequada à Cidade Educadora?