A Eterna Despedida da Modernidade: Da Subjetividade à Intersubjetividade

Ref: 978-85-473-1039-4

A eterna despedida da Modernidade. O leitor já se deparou com essa temática em situações diversas.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 54,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1039-4


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 249


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Zionel Santana.

A eterna despedida da Modernidade. O leitor já se deparou com essa temática em situações diversas. Discussão presente nos círculos universitários, em conversas com seus amigos e até mesmo em um bate-papo despretensioso em uma festa. São muitas as abordagens sobre essa questão. Este livro aborda um dos ensaios presentes na teoria da Ação Comunicativa de Jürgen Habermas, como uma possibilidade da despedida da modernidade. O autor acredita que o paradigma da linguagem responderia melhor à despedida da modernidade, com a introdução do paradigma da intersubjetividade. São argumentos em sua obra, de maior envergadura, que orientam os sujeitos linguísticos reiterados no agir, voltados ao entendimento e à Pragmática da razão, bem como à possibilidade de encaminhar o agir em favor de uma transcendência linguística de entendimento.