Corpos Homossexuais e Experiências Normatizadoras

Ref: 978-85-473-1782-9

A homossexualidade foi encarada por inúmeras décadas como desviante em seus aspectos morais e biológicos. Por essa perspectiva, era identificada como doença e, como tal, buscavam-se tratamentos visando à sua cura. Priorizando as causas biologizantes da doença, discutia-se qual o tratamento mais eficaz para curar os homossexuais, indo do confinamento até a reeducação e moldagem de caráter, incluindo injeções de insulina, terapia de choques e outros.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 22,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1782-9


ISBN Digital: 978-85-473-1783-6


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 29/08/2018


Número de páginas: 189


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Redson dos Santos Silva.

A homossexualidade foi encarada por inúmeras décadas como desviante em seus aspectos morais e biológicos. Por essa perspectiva, era identificada como doença e, como tal, buscavam-se tratamentos visando à sua cura. Priorizando as causas biologizantes da doença, discutia-se qual o tratamento mais eficaz para curar os homossexuais, indo do confinamento até a reeducação e moldagem de caráter, incluindo injeções de insulina, terapia de choques e outros.

Nesse sentido, o foco central de análise deste livro são os casos de homossexuais internados no sanatório Pinel (Pirituba, SP) sob o diagnóstico de inversão sexual nos anos 1920 a 1940. A pesquisa aqui apresentada busca compreender as representações e diferenciações forjadas pelos discursos médico e criminologista sobre a prática e o corpo do homossexual, classificando-os, indicando condutas de normatização e privando-os de uma vida sexual livre.