Desejo e Solidão: Uma Leitura do Romance de Clarice Lispector

Ref: 978-85-473-0954-1

No livro Desejo e solidão: uma leitura do romance de Clarice Lispector, Gilson Antunes analisa a obra Perto do coração selvagem, evidenciando como o desejo se manifesta em suas demandas de prazer e completude. Sob uma perspectiva interdiscursiva, o autor entrecruza Literatura, Filosofia e Psicanálise para evidenciar os percursos do desejo ao longo dessa narrativa. O tema é discutido sob três perspectivas principais: o desejo infantil, o desejo diabólico e o desejo em desordem.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 26,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0954-1


ISBN Digital: 978-85-473-2406-3


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 17/09/2018


Número de páginas: 193


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Gilson Antunes da Silva.

No livro Desejo e solidão: uma leitura do romance de Clarice Lispector, Gilson Antunes analisa a obra Perto do coração selvagem, evidenciando como o desejo se manifesta em suas demandas de prazer e completude. Sob uma perspectiva interdiscursiva, o autor entrecruza Literatura, Filosofia e Psicanálise para evidenciar os percursos do desejo ao longo dessa narrativa. O tema é discutido sob três perspectivas principais: o desejo infantil, o desejo diabólico e o desejo em desordem. Gilson Antunes, além disso, apresenta a gênese e a recepção da obra inaugural de Lispector, apontando os principais aspectos discutidos pela crítica. A partir daí, insere sua proposta no campo dos estudos claricianos, oferecendo grandes contribuições para a compreensão do material ficcional dessa autora. M erece destaque, ainda, o vasto aporte t eórico utilizado pelo autor para discutir o tema delimitado. Antunes traz à baila, em uma linguagem clara e precisa, reflexões de autores como Freud, Lacan, Hegel e Nietzsche, ofertando ao leitor conceitos fundamentais como desejo, falta, das Ding, gesto afirmativo e amor fati. Portanto, trata-se de um trabalho de profundidade teórica e de fôlego interpretativo que muito contribui para a fortuna crítica da autora em questão.