Educação Inclusiva: Quem se Responsabiliza?

Ref: 978-85-473-2203-8

O livro Educação inclusiva: quem se responsabiliza? lança um desafio a todos os profissionais atuantes no campo da educação e aos que se preparam para se engajar nessa aventura de educar. A obra alvidra questões que envolvem tanto o processo de ensino- -aprendizagem do aluno surdo em instituições públicas de ensino regular quanto a relação do professor nesse meio.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 38,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 17,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-2203-8


ISBN Digital: 978-85-473-2253-3


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 17/10/2018


Número de páginas: 79


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Jannine da Cunha Gomes.

O livro Educação inclusiva: quem se responsabiliza? lança um desafio a todos os profissionais atuantes no campo da educação e aos que se preparam para se engajar nessa aventura de educar.

A obra alvidra questões que envolvem tanto o processo de ensino- -aprendizagem do aluno surdo em instituições públicas de ensino regular quanto a relação do professor nesse meio.

Em sua abordagem, a obra ressalta a importância de uma reorganização pedagógica e a inserção de profissionais capacitados e preparados para atender os alunos surdos de forma igualitária, defendendo a ideia de que na inclusão o fato mais importante é ter a coragem e o empenho para transformar o ideal em realidade, apesar dos desafios e barreiras que surgem no decorrer do caminho.

A obra é construída a partir de tópicos interpretativos. Para fins didáticos, a obra foi organizada em três capítulos.

No primeiro capítulo, aborda a historicidade da cultura, identidade e comunidade surdas, deixando evidentes suas lutas sociais e as bases teóricas que tratam de tais assuntos.

No segundo capítulo, enfatiza o processo de educação da pessoa surda, dando ênfase à discussão para a história da escolarização mais geral, no Brasil e na realidade local; também trabalhando em torno do conceito de educação inclusiva e as espeficidades para a inclusão com qualidade do aluno surdo na escola regular.

E no terceiro capítulo, realiza uma análise da realidade da escola inclusiva, voltada para alunos surdos dentro da especificidade do município de Tucuruí-PA, dando destaque para a problematização da relação professor x aluno surdo, o lugar da cultura e identidade surda nesse contexto, bem como os desafios e a participação da comunidade surda na análise em questão.