Dialogando Com Paulo Freire: Formação Continuada de Coordenadores(as) Pedagógicos(as) na Educação de Jovens e Adultos – EJA

Ref: 978-85-473-2250-2

A presente obra propõe-se a refletir sobre a importância do processo de formação continuada de coordenadores pedagógicos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), tendo em vista a melhoria das práticas formativas com base no pensamento freireano. O contínuo e incessante processo de aprimoramento dos(as) coordenadores(as) pedagógicos(as)  professores sinaliza a necessidade de preocupação para com a ampliação e a ressignificação dos seus saberes.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 23,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-2250-2


ISBN Digital: 978-85-473-2384-4


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 23/10/2018


Número de páginas: 157


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Tatiana Rocha Cruz.

A presente obra propõe-se a refletir sobre a importância do processo de formação continuada de coordenadores pedagógicos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), tendo em vista a melhoria das práticas formativas com base no pensamento freireano. O contínuo e incessante processo de aprimoramento dos(as) coordenadores(as) pedagógicos(as)  professores sinaliza a necessidade de preocupação para com a ampliação e a ressignificação dos seus saberes.

Assinala-se que, ainda na atualidade, há amplo contingente de docentes que trabalham com os conteúdos apenas na perspectiva da transmissão, aplicando-os sem contextualizá-los e sem questioná-los. Este livro revela a importância da problematização em relação ao fazer pedagógico, incluindo a relação com os conteúdos, de modo que sejam aprofundados e considerados nos diversos contextos culturais e trabalhados na esfera formativa de modo mais abrangente, permitindo a abertura ao diálogo, o redimensionamento da relação espaço-tempo e, sobretudo, a consideração de cada educando como pessoa em sua inteireza, a partir de sua história de vida. Daí porque um programa de formação de professores se configurará mais significativo ao promover a participação efetiva de cada profissional no processo de construção de suas práticas, tomando como ponto de partida a reflexão sobre seu fazer.

O legado do educador Paulo Freire tem como central a dignidade da pessoa humana e, para tanto, incita a que professores, coordenadores pedagógicos, gestores e demais atores do campo educacional, incluindo a esfera das políticas públicas, estabeleçam o movimento reflexivo em relação à prática, a ponto de gerar a conscientização e a assunção desses enquanto agentes transformadores não só para ressignificar o espaço escolar, mas também para reinventar o espaço social, de modo a torná-lo mais justo, democrático e solidário.