Elites e Vadios na Imprensa: Histórias da Educação e Violência na Primeira República

Ref: 978-85-473-2008-9

Este livro analisa uma sociedade em que se viam duas realidades bem distintas na Primeira República (1889-1930): de um lado, as elites, que se glorificavam pelo sucesso escolar; e de outro, os negros e imigrantes pobres, que alimentavam as reportagens policiais e eram estigmatizados como vadios.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 66,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 29,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-2008-9


ISBN Digital: 978-85-473-2380-6


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 24/10/2018


Número de páginas: 247


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. José Luís Simões.

Este livro analisa uma sociedade em que se viam duas realidades bem distintas na Primeira República (1889-1930): de um lado, as elites, que se glorificavam pelo sucesso escolar; e de outro, os negros e imigrantes pobres, que alimentavam as reportagens policiais e eram estigmatizados como vadios.

Elites e vadios na imprensa teve como fonte de pesquisa a imprensa escrita da época e inspiração na teoria do processo civilizador.

A obra faz profunda discussão sobre esse período histórico, no qual o Brasil ostentava cicatrizes da fase escravocrata e estava mergulhado no oceano das desigualdades sociais.