Ken Saro-Wiwa: Um Olhar do Fronte, Uma Voz do Delta

Ref: 978-85-473-2285-4

Conhecer um país, suas múltiplas populações e faces é algo que, muitas vezes, parece simples, pela crença de que tal conhecimento está disponível ao alcance das mãos, em diferentes tipos de fonte. No entanto nenhuma perspectiva compara-se à daqueles que fazem parte de tais territórios e de seus acontecimentos.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 20,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-2285-4


ISBN Digital: 978-85-473-2492-6


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 07/11/2018


Número de páginas: 135


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Celina de Oliveira Barbosa Gomes.

Conhecer um país, suas múltiplas populações e faces é algo que, muitas vezes, parece simples, pela crença de que tal conhecimento está disponível ao alcance das mãos, em diferentes tipos de fonte. No entanto nenhuma perspectiva compara-se à daqueles que fazem parte de tais territórios e de seus acontecimentos.

Ao considerar a história da Nigéria, mais precisamente de regiões como a do Delta do Níger, por exemplo, vê-se o problema da distorção de muitos discursos que apresentam aquelas terras e povos pelo mesmo olhar homogeneizador sob o qual descrevem boa parte do continente africano; isso, sem contar a famigerada “ação salvadora” e desenvolvimentista que o elemento estrangeiro estabeleceu, tão divulgada pelas ditas versões oficiais. Tomando, então, uma “voz original” (não só por seu berço nigeriano, mas por sua coragem e atuação únicas), pode-se perceber que há muito o que se descobrir sobre os efeitos da presença do colonizador europeu na Nigéria, principalmente sobre a guerra e  a falência da noção de nacionalidade.

Ken Saro-Wiwa: um olhar do fronte, uma voz do Delta é, portanto, uma das possibilidades de compartilhar a perspectiva de um dos maiores nigerianos, escritores, ativistas e combatentes da luta intelectual que viveram e morreram, no final do último século, pela defesa da Nigéria.