Tecendo a Interdisciplinaridade na Amazônia

Ref: 978-85-473-1840-6

A ciência moderna formou-se por cortes e recortes no conhecimento científico, compartimentando nossa percepção da realidade. O olhar interdisciplinar nesse sentido procura dimensionar as realidades percebidas por meio de um conjunto integrado do pensar e fazer ciência. A discussão ambiental tece assim, a teia interdisciplinar do conhecimento produzido pelo grupo de pesquisa Redesam para compreender as realidades da Amazônia, em Parintins – cidade conhecida por seu famoso festival folclórico da brincadeira de boi, agora também avaliada por sua natureza e cultura no médio curso do rio Amazonas.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 20,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1840-6


ISBN Digital: 978-85-473-1841-3


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 19/11/2018


Número de páginas: 155


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Charlene Muniz da Silva.

2. Alem Silvia Marinho dos Santos.

3. Edinelza Macedo Ribeiro.

A ciência moderna formou-se por cortes e recortes no conhecimento científico, compartimentando nossa percepção da realidade. O olhar interdisciplinar nesse sentido procura dimensionar as realidades percebidas por meio de um conjunto integrado do pensar e fazer ciência. A discussão ambiental tece assim, a teia interdisciplinar do conhecimento produzido pelo grupo de pesquisa Redesam para compreender as realidades da Amazônia, em Parintins – cidade conhecida por seu famoso festival folclórico da brincadeira de boi, agora também avaliada por sua natureza e cultura no médio curso do rio Amazonas. Narrativas, lendas, turismo, navegação, alimentação, território e memória são temas recorrentes para se construir o imaginário amazônico, mas também para serem discutidos e analisados pela ciência interdisciplinar. Essa é a proposta dos trabalhos apresentados nesta primeira obra do grupo de pesquisa Redesam.