Gênero em Movimento: Mulheres na Organização Sindical

Ref: 978-85-473-1690-7

O livro Gênero em movimento: mulheres na organização sindical apresenta a trajetória do movimento sindical desde sua origem até a segunda década do século XXI. Examinando sua rota de enfraquecimento e circunstâncias que o levaram a essa condição, propõe uma reflexão no sentido de enfrentar a questão considerando a necessidade de promover relações sociais de gênero mais igualitárias no mundo do trabalho e no interior da organização sindical.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 21,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1690-7


ISBN Digital: 978-85-473-2593-0


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 28/11/2018


Número de páginas: 101


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Anna Paula Lemos Santos Peres.

O livro Gênero em movimento: mulheres na organização sindical apresenta a trajetória do movimento sindical desde sua origem até a segunda década do século XXI. Examinando sua rota de enfraquecimento e circunstâncias que o levaram a essa condição, propõe uma reflexão no sentido de enfrentar a questão considerando a necessidade de promover relações sociais de gênero mais igualitárias no mundo do trabalho e no interior da organização sindical. O sindicato é um espaço público de poder e decisão historicamente dominado por homens, ficando as mulheres, na maioria dos casos, excluídas de seus quadros de diretores. As obras que tratam desse tema comumente se esforçam em compreender e explicar os motivos dessa limitada presença feminina nas diretorias das entidades sindicais. A autora opta por outra via: combinando dedução e indução, busca compreender o aspecto da transgressão das mulheres que lá estão e ocupam posições na diretoria de entidades sindicais. Em uma inovadora vertente, propõe uma excepcional reflexão a todos os que se interessam em compreender as provações na trajetória de vida de mulheres que galgaram espaços de poder tradicionalmente ocupados por homens.