A Pedagogia Waldorf: Cultura, Organização e Dinâmica Social – Volume 1

Ref: 978-85-473-0640-3

A Pedagogia Waldorf: cultura, organização e dinâmica social traz a visão de um sistema de ensino que tem aumentado significativamente o número de escolas nas duas últimas décadas e é considerada pela Unesco como uma pedagogia capaz de formar seres humanos em qualquer cultura, de qualquer país e em qualquer tempo. Este livro descreve a cultura na qual a escola Waldorf surgiu, por meio da trajetória de seu criador, o filósofo austríaco Rudolf Steiner, que viveu entre 1861 e 1925.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0640-3


Edição: 1


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 23/08/2017


Número de páginas: 205


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Rosely Aparecida Romanelli.

A Pedagogia Waldorf: cultura, organização e dinâmica social traz a visão de um sistema de ensino que tem aumentado significativamente o número de escolas nas duas últimas décadas e é considerada pela Unesco como uma pedagogia capaz de formar seres humanos em qualquer cultura, de qualquer país e em qualquer tempo. Este livro descreve a cultura na qual a escola Waldorf surgiu, por meio da trajetória de seu criador, o filósofo austríaco Rudolf Steiner, que viveu entre 1861 e 1925. A teoria de conhecimento elaborada por esse autor dá o embasamento para uma metodologia de ensino que visa a uma ação docente capaz de promover a formação de um ser humano harmoniosamente desenvolvido em seus vários aspectos, considerando-o como ser multifacetado. Ao despertar todas as qualidades e disposições inatas, como inteligência, conhecimento, vontade, sociabilidade, consciência crítica, religiosidade etc., o indivíduo por ela formado poderá estabelecer um relacionamento sadio com o meio sociocultural e com o meio ambiente. A obra discute o cerne da ação docente na Escola Waldorf, buscando um entendimento sobre ela, verificando as possibilidades de aplicação em outras instituições, outros espaços, por qualquer pedagogo cuja vontade seja enriquecer sua atuação. Por intermédio desses procedimentos metodológicos pode-se oportunizar a construção da democracia, da paz e da prevenção contra a perda da capacidade de se indignar diante da ausência de uma ética e de uma compaixão no atual estágio de progresso da civilização e da ciência. Dessa forma, o indivíduo considera-se intelectualmente rico quando seu conhecimento se transforma em sabedoria. O homem culto é disciplinado sem deixar de ser livre. E, sendo livre, não necessita ser um individualista, podendo ser agente de construção de uma democracia e de uma cidadania que conduzem à felicidade.