A Horta Escolar e o Ensino de Ecologia

Ref: 978-85-473-2780-4

A horta escolar e o ensino de ecologia traz a participação direta dos discentes, com suas opiniões orais e escritas, durante a realização de uma sequência didática para o estudo e aprendizagem sobre a temática das interações ecológicas utilizando uma horta escolar.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 22,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-2780-4


ISBN Digital: 978-85-473-2781-1


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 10/03/2019


Número de páginas: 103


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 21 cm


Comprimento: 14.8 cm


Altura: 2 cm


1. Andreia Quinto dos Santos.

2. Regileno da Silva Santana.

3. Evton Farias Quinto Santos.

A horta escolar e o ensino de ecologia traz a participação direta dos discentes, com suas opiniões orais e escritas, durante a realização de uma sequência didática para o estudo e aprendizagem sobre a temática das interações ecológicas utilizando uma horta escolar.

Os discentes partiram de ideias e conhecimentos prévios para a formação de conceitos mais elaborados. Durante os encontros podemos associar os animais, as plantas, o solo, a água e a luz solar para construir conceitos ecológicos que apresentamos nesta obra. E durante as rodas de conversa, atividades teóricas e práticas, a oralidade dos discentes foi o destaque da obra, que traz as opiniões e reflexões desses alunos. Buscou-se reduzir a visão antropocêntrica e utilitarista sobre os recursos ambientais, e incentivar a percepção do homem enquanto parte do meio ambiente, a interpretação sobre o funcionamento das cadeias tróficas, e que, por estarmos interligados, precisamos respeitar e preservar o ambiente em que vivemos e buscar construir conceitos ecológicos que nos remetam à preservação ambiental.

A oralidade desenvolvida pelos alunos foi relevante para a troca de conhecimentos e aprendizagens entre os participantes dessa experiência, ao contar com aulas práticas e teóricas que possibilitaram a observação, o questionamento, a crítica, a exposição de ideais e a compreensão das relações ecológicas entre os seres vivos e o meio ambiente, que propõe ter ocorrido modificações na forma de agir sobre as questões ambientais. As limitações estiveram relacionadas à escrita ortográfica, caligrafia e leitura fragmentada, vocabulário restrito, escassez de recursos na escola e a falta de colaboradores para cuidar da horta. Mesmo diante dessas limitações, foi possível perceber as modificações nas ideias escritas, verbalizadas e atitudes dos discentes.