Cultura de Eficiência Sustentável para o Setor de Energia

Ref: 9788555078576

Cultura de eficiência sustentável para o setor de energia trata de questões inerentes a utilização de energia, por parte do consumidor final, considerando que as regiões são multiculturais, multifacetárias e heterogêneas. Esta consideração reforça a constatação de discursos opostos na construção do conhecimento aplicável. Buscando, então, o entendimento de um cenário que se arma e se mostra a partir da geração e do consumo de energia no país, uma pergunta é eleita nesse estudo: quais indicadores necessitam ser considerados para análise de um programa de Educação Ambiental segundo a ótica das partes envolvidas? É justamente na resposta à esta questão, que emergiu um modelo de análise de aspectos sócio ambientais baseado na metodologia PIER de avaliação.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 9788555078576


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 14/03/2019


Número de páginas: 202


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Alex Junger.

Cultura de eficiência sustentável para o setor de energia trata de questões inerentes a utilização de energia, por parte do consumidor final, considerando que as regiões são multiculturais, multifacetárias e heterogêneas. Esta consideração reforça a constatação de discursos opostos na construção do conhecimento aplicável. Buscando, então, o entendimento de um cenário que se arma e se mostra a partir da geração e do consumo de energia no país, uma pergunta é eleita nesse estudo: quais indicadores necessitam ser considerados para análise de um programa de Educação Ambiental segundo a ótica das partes envolvidas? É justamente na resposta à esta questão, que emergiu um modelo de análise de aspectos sócio ambientais baseado na metodologia PIER de avaliação.
Em termos gerias, foi proposto indicadores que permitam a análise de formação de consciência sustentável. Em termos específicos, vislumbra-se compreender as necessidades de comunidades atingidas por programas; compreender os desafios apresentados pelos especialistas (instituição); analisar as políticas governamentais aplicadas à energia; e analisar as contradições entre as visões de governo, especialistas e comunidades integrantes. Para tanto, esta obra se baseou, também, nos princípios da dialética materialista como meio de análise, pois entende que a relação entre homem e meio ambiente é entrópica e, portanto, necessita de uma contraposição democrática em caráter de averiguação, considerando também, todas as visões envolvidas na totalidade do processo. Em contribuição, utilizou-se da dialética materialista para minimizar a subjetividade dos resultados.
Com base no exposto, se evidencia o interesse dessa leitura aos profissionais do setor energético mas, sobretudo, aos pesquisadores dessa área que permeiam a composição de ações humanitárias e sociais em meio aos aspectos tecnológicos e específicos, acresço nessa lista os educandos de programas de pós-graduação e demais estudiosos de energia, visto que, essa obra é original de defensora de mudanças e paradigmas para a consolidação do planejamento energético, bem como, para o usuário final de eletricidade.

 


Em termos gerias, foi proposto indicadores que permitam a análise de formação de consciência sustentável. Em termos específicos, vislumbra-se compreender as necessidades de comunidades atingidas por programas; compreender os desafios apresentados pelos especialistas (instituição); analisar as políticas governamentais aplicadas à energia; e analisar as contradições entre as visões de governo, especialistas e comunidades integrantes. Para tanto, esta obra se baseou, também, nos princípios da dialética materialista como meio de análise, pois entende que a relação entre homem e meio ambiente é entrópica e, portanto, necessita de uma contraposição democrática em caráter de averiguação, considerando também, todas as visões envolvidas na totalidade do processo. Em contribuição, utilizou-se da dialética materialista para minimizar a subjetividade dos resultados.
Com base no exposto, se evidencia o interesse dessa leitura aos profissionais do setor energético mas, sobretudo, aos pesquisadores dessa área que permeiam a composição de ações humanitárias e sociais em meio aos aspectos tecnológicos e específicos, acresço nessa lista os educandos de programas de pós-graduação e demais estudiosos de energia, visto que, essa obra é original de defensora de mudanças e paradigmas para a consolidação do planejamento energético, bem como, para o usuário final de eletricidade.