Políticas de Educação e o Mercado de Trabalho na Sociedade Moderna

Ref: 978-85-473-2623-4

O objetivo que norteou nossos estudos, que por fim se transformaram neste livro, Políticas de educação e o mercado de trabalho na sociedade moderna, foi analisar se o Instituto Federal de Rondônia (IFRO) campus Calama, em suas atividades educativas voltadas para o ensino técnico, forma profissionais destinados ao mercado de trabalho ou se faz o papel de simples escola de ensino médio, preparando os alunos para o ingresso ao ensino superior, haja vista que o ensino técnico integrado ao médio, da forma e/ou estrutura como tem sido oferecido no Brasil, tem a finalidade de formar os filhos dos trabalhadores.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 24,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-2623-4


ISBN Digital: 978-85-473-2623-4


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 20/03/2019


Número de páginas: 199


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Raimundo José dos Santos Filho.

2. Aparecida Luzia Alzira Zuin.

O objetivo que norteou nossos estudos, que por fim se transformaram neste livro, Políticas de educação e o mercado de trabalho na sociedade moderna, foi analisar se o Instituto Federal de Rondônia (IFRO) campus Calama, em suas atividades educativas voltadas para o ensino técnico, forma profissionais destinados ao mercado de trabalho ou se faz o papel de simples escola de ensino médio, preparando os alunos para o ingresso ao ensino superior, haja vista que o ensino técnico integrado ao médio, da forma e/ou estrutura como tem sido oferecido no Brasil, tem a finalidade de formar os filhos dos trabalhadores.
Para a compreensão do processo de implantação da educação técnica e tecnológica, necessitou perpassar pela história da educação no Brasil, desde os tempos coloniais, chegando ao sistema sectário e fragmentado da sociedade moderna que privilegia alguns poucos cidadãos e relega a maioria da população. Evidencia-se neste livro que ainda hoje a educação brasileira exclui negros e indígenas, resquício da sua história de desigualdades sociais, raciais e econômicas.
Neste caso, a escolha pelo IFRO Calama deu-se por ser uma instituição que oferece ensino profissionalizante, como modelo de política pública do Governo Federal. Por isso, coube fazer uma autoavaliação ou um exame dessa política, a fim de observar quem é o/a aluno/a que hoje se beneficia da educação promovida pela instituição.
Dermeval Saviani (2007), notadamente no artigo “Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos”, traz uma reflexão sobre a história social da humanidade, mostrando que historicamente o ser humano depende do trabalho para seu sustento, todavia não deve ser a atividade laboral o fim em si mesma. Por isso, a discussão neste livro revela que o trabalho deve fazer com que o ser humano possa desenvolver suas habilidades e competências, mas que a educação, por sua vez, é um direito socialmente concebido, conquista de lutas e da grande mobilização organizada com a participação de diversos segmentos sociais que viabilizaram os visíveis avanços para o pluralismo de ideias e a inclusão das minorias, em busca da erradicação do analfabetismo no Brasil.