Analítica da Midiatização Esportiva: Estratégias Discursivas das Colunas/Istas Juca Kfouri e Tostão Sobre a Copa do Mundo de 2014 na Folha de S.Paulo

Ref: 978-85-473-2860-3

Esta obra examina a analítica da midiatização esportiva, por meio das estratégias discursivas das colunas redigidas por Juca Kfouri e Tostão sobre a Copa do Mundo de 2014 no jornal Folha de S.Paulo. O autor dimensiona a importância dos estudos sobre midiatização associada às diferentes práticas sociais que funcionam no âmbito da organização social e como ela afeta, especificamente, as práticas jornalísticas, de acordo com o trabalho de várias operações tecno-discursivas. Ainda enfatiza a coluna, que é uma das instâncias do ambiente do jornal, por meio do qual se dão também operações de midiatização do jornalismo.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-2860-3


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 28/03/2019


Número de páginas: 171


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Gilson Piber.

Esta obra examina a analítica da midiatização esportiva, por meio das estratégias discursivas das colunas redigidas por Juca Kfouri e Tostão sobre a Copa do Mundo de 2014 no jornal Folha de S.Paulo. O autor dimensiona a importância dos estudos sobre midiatização associada às diferentes práticas sociais que funcionam no âmbito da organização social e como ela afeta, especificamente, as práticas jornalísticas, de acordo com o trabalho de várias operações tecno-discursivas. Ainda enfatiza a coluna, que é uma das instâncias do ambiente do jornal, por meio do qual se dão também operações de midiatização do jornalismo. A análise resulta que a analítica ocorre em torno de marcas de enunciação e de estratégias discursivas, realizadas pelo trabalho das colunas/colunistas no complexo universo do jornalismo. Entende-se, portanto, a analítica da midiatização como modos de dizer, apontar e avaliar um determinado acontecimento na perspectiva e iniciativa de sujeitos. O livro volta-se para o interesse dos vorazes leitores das colunas. Nesse caso, o estudo do autor ajuda-os a elegerem pistas de como ler as colunas segundo outras “chaves de leitura”, que vão além dos preconceitos e das preferências pessoais, esportivas e clubísticas. Em segundo lugar, para leitores que estudam o funcionamento dos discursos sociais, como os de natureza jornalística, e que estão situados em diferentes “janelas” de disciplinas e áreas de conhecimentos. Especificamente, os pesquisadores, estudantes em comunicação e analistas das discursividades jornalísticas.